DIA 3

No terceiro dia combinámos com o Khan ir ao Taj Mahal por volta das 5h30, não só por ser a hora de menos calor mas também a melhor altura do dia para tirar fotografias. A entrada foi 750₹ por pessoa. Fomos com um guia turístico que nos explicou toda a história deste grande monumento. Todos os pormenores e detalhes são extraordinários, principalmente pelo facto de ter sido feito à mão. No entanto fiquei um bocado desiludida... Sem dúvida que é lindíssimo assim como o extraordinário trabalho da sua construção, mas no seu interior tem apenas dois túmulos e não há muito mais para visitar mesmo lá dentro.





À saída do Taj Mahal crianças, adolescentes e várias pessoas locais interpelam os turistas tentando vender souvenirs. Um conselho: se não pretendes comprar nada, não olhes muito nem diretamente para o que eles te tentam vender, porque isso irá mostrar interesse e eles vão acompanhar-te e regatear o máximo que conseguirem. Outro conselho: se procuram algo barato, apenas uma lembrança para oferecer a vários amigos, aproveitem estes vendedores de Agra. Uma criança estava a vender seis porta-chaves de elefantes por apenas 10 que equivale a 0,14€ - mais tarde arrependemo-nos por não termos comprado porque não voltámos a encontrar aqueles porta-chaves assim como aquele preço.

Ao saírem do Taj Mahal passam também por um jardim onde têm a possibilidade de andar de camelo ou tirar fotografias. Neste jardim há imensos macacos!


Depois de visitado o Taj Mahal fomos até ao Hotel tomar o pequeno-almoço.
O segundo local a visitar foi o Forte de Agra. Este serviu de habitação para vários imperadores e era bastante seguro, não só estava cercado por uma barreira de crocodilos como ainda tinha uma selva com leões. Para além desta curiosidade, existem inúmeros factos interessantes sobre o Forte de Agra, também conhecido como Forte Vermelho. Neste forte foi construída uma varanda pelo mesmo arquitecto do Taj Mahal - que é visível por todos os detalhes e pela sua arquitectura.



O último monumento visitado em Agra foi o Tomb of I'timād-ud-Daulah ao qual o Khan chamou de "baby Taj Mahal"




Para acabar este dia fomos até uma loja e fábrica que vendia diversos artigos maioritariamente decorativos feitos à mão de mármore e pedras semi-preciosas com a mesma técnica com que o Taj Mahal foi feito. Aqui tivemos a oportunidade de ver os diferentes passos pelos quais as pedras semi-preciosas passam para adquirir o formato pretendido. Depois de um dia cansativo e bastante quente era hora de ir para o hotel descansar!

DIA 4

No quarto dia foi dia de viajar, mas também de visitar alguns templos pelo caminho!
Acordámos às 8h00 e às 9h00 já estávamos a caminho de Jaipur. Ainda perto de Agra fomos a Fatehpur Sikri uma antiga cidade indiana abandonada que agora serve como local turístico. Nesse local não era permitida a circulação de carros, apenas um autocarro especifico que leva os turistas até lá - a viagem demora cerca de 5min - por isso o Khan deixou o carro no parque e nós fomos nesse mesmo autocarro. Do parque até ao autocarro várias pessoas locais foram ter connosco e tentaram vender-nos coisas ou "enganar-nos" dizendo que para entrar nesse local era necessário um guia turístico, entre outras coisas que lhes daria a possibilidade de ganhar algum dinheiro. No entanto o Khan já nos tinha avisado que eles iriam dizer tudo isto e que nós devíamos seguir sempre em frente e não olhar para eles sequer e assim foi. Quando finalmente chegámos ao autocarro juntamente com outro grupo de turistas trocámos olhares, suspiros e sorrisos e pensámos "etapa concluída!".



Depois, ao seguir viagem, parámos numa pequena loja de tapetes onde um senhor nos mostrou como é que faziam tudo. O próximo destino seria Chand Baori, uma escadaria gigante com centenas de degraus. 



Antes de ir para o hotel fomos até ao Templo dos Macacos.  Neste templo a entrada era livre sendo que o preço cobrado era apenas por máquina fotográfica ou de filmar.



Depois de um longo dia finalmente chegámos ao Hotel Taj Inn em Jaipur e fizemos o check in. Mal chegámos o empregado ofereceu-nos chá gelado. O atendimento foi excelente durante toda a nossa estadia, o recepcionista foi super simpático e deu-nos logo todas as informações que precisávamos de saber assim como a palavra passe do wi-fi - que depois de um dia inteiro incontactáveis do resto do mundo foi como encontrar água no deserto ahah. A primeira impressão deste hotel foi mesmo muito boa, principalmente em comparação com o de Agra. Tinha um ar super limpo e confortável. Nesta noite jantámos no hotel - a comida estava óptima.

CONTINUA...

2 comentários

  1. Seis porta-chaves por apenas 0,14 cent? Uau, barato! Uma coisinha, podes explicar um bocadinho melhor a moeda deles? É que fiquei um pouco confusa sobre qual é e a sua comparação por aqui, tipo 10 = 0,14€ (não sei se percebeste a minha pergunta x.x)

    http://imthefifthelement.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O euro lá tem um grande peso, mesmo. Por exemplo 1€ equivale a 0,014 INR. Para teres melhor uma ideia do valor da moeda deles, vou-te dar um exemplo:
      Um dia fomos almoçar com o nosso motorista a um restaurante local e ele almoçou (uma comida vegetariana) por apenas 100 INR, mais ou menos. Já não me lembro bem, mas mesmo que tenha almoçado por 100-150 INR ficou entre 1,37 - 2,06 €, para nós é super barato - em Lisboa almoçar por 2€?? Impossível!
      Nós éramos três e normalmente gastávamos sempre à volta de 20€ que equivale a 1 455 INR em restaurantes turísticos (que já têm em conta no preço o facto de ser para turistas).
      Nós ao inicio ficávamos um bocado assustados porque normalmente os preços (em restaurantes, táxis e monumentos) eram sempre aos milhares (para nós é assustador porque tínhamos sempre tendência para pensar naquele número em milhares mas euros, o que era imenso). Depois lá começávamos a ver a quanto equivalia uma rupia e algumas coisas que já tínhamos pago e verificámos que era tudo muito barato.

      Não sei se respondi à tua pergunta mas espero que tenhas ficado a perceber um bocadinho melhor como funciona!

      Eliminar

Partilha a tua opinião comigo!